Chin-Na, significa prender, aprisionar ou agarrar. O nome da técnica dá o sentido apenas de agarramento, mas o Chin- Na implica também na utilização de pressão e golpes de impacto.

As técnicas de agarramento e torções são consideradas básicas, enquanto as técnicas de pressão e impacto são consideradas mais avançadas. As torções são aplicadas nas articulações, músculos e tendões do oponente, neutralizando sua capacidade de combate. Chin-Na de pressão é utilizado para o entorpecimento dos membros, perda da consciência e eventualmente pode causar a morte. Estas técnicas são utilizadas nas cavidades para afetar a circulação do chi para os órgãos e cérebro. Elas também são utilizadas nas terminações nervosas causando dor extrema e inconsciência. As técnicas de impacto são direcionadas para os pontos vitais e são geralmente mortais.

Chin – Na é subdividido em:

1º Fen Jin – Músculos e tendões,

2º Cuo Gu – Deslocamento Ósseo,

3º Dian Xue – Pressão das Cavidades,

4º Na Mai – Bloqueio das Artérias e Canais de Energia,

5º Zhua jin – Bloqueio dos Tendões,

6º Bi Qi – Impedimento do Fluxo Respiratório.

 

Geralmente as duas primeiras divisões são relativamente fáceis de aprender e necessitam basicamente de força física e técnica, porém as restantes necessitam de força interna e conhecimento de acupuntura.

Compartilhe